Tivemos muitas empresas que sofreram ataques e invasões em seus computadores e por vezes, não tinham backup, assim acabaram perdendo todas as informações do seu sistema. Por isto, nós da Sisplan achamos interessante alertá-los sobre este assunto. 

 

Segue comunicado importante: (visite revistas digitais como a Exame, Olhar Uol, Globo, Época).

 

Ransomware: conheça o invasor que sequestra o computador

Embora não tão populares, os ransomwares podem trazer muita dor de cabeça quando infectam uma máquina. Eles entram no sistema como qualquer outro tipo de vírus — anexados a um e-mail, escondidos em um instalador ou aproveitando-se brechas na rede — e inviabilizam tarefas vitais do dia a dia.

E como se safar desse problemão? Na maioria dos casos, pagando um resgate. Os próprios malfeitores que desenvolvem as viroses sabem quem suas crias infectam e entram em contato (via SMS, e-mail ou no próprio arquivo compactado) com os responsáveis pela máquina, pedindo uma quantia em dinheiro (a ser paga através de transferência eletrônica) para liberar uma senha capaz de reviver as funções do sistema.

Mesmo assim, como saber se o sequestrador realmente está falando a verdade e não apenas querendo extorquir, mais uma vez, a vítima? No final das contas, essa pergunta acaba sendo desconsiderada por aqueles que precisam retomar as atividades no PC e, dessa forma, os criminosos cibernéticos lucram.

Infelizmente, em grande parte das vezes, o código liberado pelos bandidos não serve para nada, restando às vítimas procurar outra maneira de desinfetar o computador.

Como se prevenir?

A melhor prevenção contra os ransomwares tem nome e fama: o backup. A cópia periódica de arquivos importantes em uma unidade extra e segura garante que não haverá problemas maiores no caso de uma infecção nos arquivos originais.

Seguem algumas dicas interessantes. Acompanhe:

  • Faça backup regularmente: procure manter um calendário para fazer cópias de segurança de seus dados pelo menos quatro vezes por semana. Lembrando que o backup do sistema é de total responsabilidade da empresa;
  • Tenha planos B e C: o ideal é possuir ao menos dois backups, um em nuvem (na internet) e outro em um dispositivo físico como HD externo e/ou pendrive. Manter mais de uma opção garante que você não terá problemas para recuperar os dados, caso uma das alternativas seja comprometida pelo vírus;
  • Cuidado com links: não saia clicando em tudo o que chega. Os hackers mascaram os vírus em e-mails falsos, como promoções de lojas virtuais e comunicados de bancos. Tome cuidado também com mensagens de amigos e familiares que não fazem sentido, pois eles podem ter sido alvos de ataques virtuais;
  • Software em dia: atualize regularmente seu sistema operacional, navegador e outros programas (consulte seu técnico de informática). Os vírus tendem a explorar vulnerabilidades dos sistemas, e as atualizações têm como um dos objetivos corrigir as brechas e falhas existentes, aumentando a segurança.

Adaptado por Sisplan Sistemas.

Fonte:https://www.tecmundo.com.br/virus/13275-ransomware-conheca-o-invasor-que-sequestra-o-computador.htm